Posts Tagged ‘Barras roscadas’

Troublemaker 3d Printer – Some Considerations

29 de abril de 2015

Boa Tarde!

Hoje pretendo falar sobre plásticos, pinhões de tração e falta de paciência. Muitos leitores do meu blog leem exatamente para acompanhar esse processo de levar um monte de pecinhas a virarem uma máquina completa e funcional, mas muitos não tem a paciência que é necessária para tal processo. Diferentemente de comprar um kit completo que o fabricante já te manda todas as peças, o software e a configuração, estou fazendo muitas coisas que não estão bem explicadas em lugar algum, e muitas estou tendo que inventar no meio do caminho e no fim das contas isso é que é prazeroso para muitos.

Consegui terminar a parte mecânica e eletrônica da minha nova máquina, incluindo algumas features que não havia previsto inicialmente, por exemplo, depois da impressão terminar a máquina resfria os bicos e se desliga sozinha ( desliga mesmo, nada fica ligado ), caso alguém queira pesquisar, isso se chama ˜marlin suicide pin˜, posso explicar o passo a passo num futuro post.

Troublemaker 3D Printer - Finished

Troublemaker 3D Printer – Finished

Na foto acima, a máquina já está fechada com plexiglass, o que segura as portas são pequenos imãs, ficou bem prático esse esquema.

Motor e pinhões.

Motor e pinhões.

Um dos maiores problemas que tive até agora foi nessa parte de extrusão, primeiro achei que pudesse ser minha falta de experiência com sistemas bowden, depois achei que fosse o motor, depois achei fosse os pinhões de tração ( comprei todos que existiam no mercado MK7, MK8….) até que finalmente descobri que o problema que estava tendo estava diretamente relacionado ao plástico que eu comprei para calibrar a máquina.

Por falta de tempo, e paciência, acabei pesquisando um fornecedor aqui mesmo no brasil e comprei alguns rolos de ABS, já na descrição o próprio fornecedor já fala as propriedades do ABS, bem como o erro da máquina deles (+/- 0.10mm, costumo usar +/- 0.02mm ou +/- 0.05mm), e depois de muito lutar com essa máquina, me surgiu a idéia de usar ABS importado que tinha um resto, e a máquina funcionou 100%. Depois disso passei para o PLA importado, e tudo continua perfeito.

Piloto em ABS

Piloto em ABS

Se sua máquina não está tendo a resolução que você espera, experimente comprar um plástico de boa qualidade e procedência que o resultado poderá ser surpreendente.

Impressões em PLA

Impressões em PLA

Agora estou imprimindo um monte de peças que estavam na fila de impressão e logo em seguida pretendo dar continuidade na troublemaker e imprimir com os dois bicos.

Abração!

Antonio Santos

Troublemaker 3D Printer – Dual E3D v6 Hotend and Extruders

8 de janeiro de 2015

Feliz 2015!

Continuando a montagem da Troublemaker/Ultimaker, chegaram os motores de passo com engrenagens planetárias, possibilitando a continuação da montagem do hotend e dos extrusores bowden.

Extrusores bowden são extrusores que conduzem o filamento através de um tubo de PTFE até o hotend, deixando a cabeça de impressão mais leve para trabalhar em altas velocidades sem muita inércia.

Motores com redução e trator MK7, e extrusoras com acoplamentos e rolamentos.

Motores com redução e trator MK7, e extrusoras com acoplamentos e rolamentos.

Aproveitei que o Rodrigo ( aka Gametha) estava de férias em goiânia e ele me ajudou com umas modificações e na instalação dos dois E3D v6 no suporte que desenvolvi, ainda está faltando as ventuinhas de 30x30x10mm e 24v que tive que encomendar de fora, porque não encontrei aqui no Brasil.

Suporte Dual E3D V6 com hotends (bicos) instalados.

Suporte Dual E3D V6 com hotends (bicos) instalados.

Seguindo a orientação do Rodrigo, aumentei um pouco o suporte das ventuinhas 2mm para cada lado, para acomodar melhor os fios dos cartuchos aquecedores de 24v.

Dual Hotend E3D com Termopar tipo K e cartuchos de 24v.

Dual Hotend E3D com Termopar tipo K e cartuchos de 24v.

Volto a postar fotos ainda essa semana se tudo correr conforme o planejado.

Abração!

Antonio Santos

Impressora 3D é muito útil em casa

20 de dezembro de 2014

Olá!

Gosto de mostrar de tempos em tempos, como ter uma impressora 3D em casa pode ser útil. Vou mostrar mais uma situação do cotidiano(dentre milhares existentes) onde ter uma impressora 3D pode te poupar um bom dinheiro e tempo. E também te dar um bom argumento para pedir uma impressora 3D para o Papai Noel, Esposa e etc.

Ok, vamos supor que você tenha comprado uma mesa fitt da tramontina e colocado na sua área de churrasqueira, e alguém arraste ela e acabe quebrando o frágil suporte plástico ( MADE IN ITALY ) que vem embaixo dela. Daí você entra em contato com a tramontina, espera um tempão e a mesa fica parada esperando a pecinha de reposição que nunca chega, ou você pega um cad de sua preferência e desenha a peça em 5min e imprime.

Mesa Fitt Tramontina - sem reparo

Mesa Fitt Tramontina – sem reparo

Peguei uma peça que ainda não havia quebrado, e um paquímetro, e desenhei tudo de acordo com as medidas, tinham alguns detalhes na peça original, que não tinham muita função e acabei nem copiando, outra coisa, é que na peça original tinha uma arruela de metal, mas é porque o plástico que usaram era muito frágil, isso não é necessário, caso vá fazer uma peça nova em ABS/PLA.

Comparativo de Peças I

Comparativo de Peças I

Quando for fazer uma peça de reposição como essa, não precisa gastar muito tempo em detalhes como escritas e etc.

Comparativo de Peças II

Comparativo de Peças II

Esses buracos na peça original, não tinham funcionalidade nenhuma, pelo contrário, eles tiravam a resistência da mesma.

Comparativo de Peças III

Comparativo de Peças III

O importante é manter as proporções mecânicas, essas peças tem que ser funcionais. Essa impressão foi feita utilizando minha Makerbot de 2010, portanto não se atentem aos detalhes de impressão, ela é bem antiga.

Mesa Fitt Tramontina - com reparo

Mesa Fitt Tramontina – com reparo

Problema resolvido, a mesa ficou muito mais firme que antes, e agora você tem uma boa desculpa pra comprar uma impressora 3D 🙂

Abração!

Antonio Santos

Troublemaker 3D Printer – Montagem Eletrônica – Parte III

18 de dezembro de 2014

Aeeee,

mais um post, aproveitando que esses dias dei uma empolgada com a impressora 3D e o blog tb, até fiz uma página no tal do facebook, então façam o favor de dar um LIKE lá na página hehehehe

http://facebook.com/moraesgyn

LIKE

LIKE

Ok, depois do recado dado, caso você ainda não tenha dado Like, pode parar de ler por aqui… E para vocês que deram joinha lá na página do facebook, vamos a montagem da impressora 3D. Para essa fiação vou utilizar um cabo paralelo vermelho e preto de .75mm para fazer a fiação dos drivers e um cabo IDC de 10 vias e 10 conectores IDC para conectarmos os drivers a placa controladora.

Drivers dos Motores de Passo

Drivers dos Motores de Passo

Coloquei espaçadores sextavados plásticos de 10mm com porcas plásticas em cada um dos 5 drivers de motor de passo ( 3 eixos + 2 extrusoras ).

Drivers no Lugar

Drivers no Lugar

Estou usando motores 17HS8401 da RATTM e seguindo o manual do fabricante, consegui a fiação das bobinas dos motores de passo:

Vermelho: A+
Verde: A-
Azul: B-
Amarelo: B+

Cabeamento da Impressora 3D

Cabeamento da Impressora 3D

Segui o manual dos motores e o manual os drivers, e coloquei tudo no lugar conforme a foto acima, é claro que demorei muito tempo para fazer, porque tudo teve que ser medido e cortado para ficar melhor esteticamente falando. Como podem perceber, nesse ponto ainda não liguei os motores das extrusoras, isso será abordado mais a frente.

Bom, feitos esses passos, achei que era uma boa hora pra testar se tudo estava funcionando e me lembrei que para testar os eixos, deveria primeiro calibrar eles e prender todos parafusos do sistema de movimentação. Para essa tarefa, imprimi 4 espaçadores próprios para essa tarefa.

Espaçadores de Eixos

Espaçadores de Eixos

Fiz a regulagem do X e do Y, como manda o figurino.

Sistema de Movimentação

Sistema de Movimentação

Isso foi bem tranquilo, graças a ferramenta engenhosa disponível no thingiverse e youmagine. Depois disso, removidos os suportes, liguei a máquina e fui mexer pelo LCD mesmo os eixos para Esquerda/Direita/Cima/Baixo, e para minha surpresa, não tinha nada invertido 🙂 Muita SORTE!

Dae resolvi fazer um home e gravar para vocês, e acabar o post de hoje com esse vídeo.

Fiquem de olho nos próximos posts, e não esqueçam de curtir a página do facebook! ( Antisociais que não tem página no facebook serão perdoados )

Antonio Santos

Troublemaker 3D Printer – Montagem da Mecânica

25 de novembro de 2014

Boa Noite!

Pessoal, comecei a montagem da Parte Mecânica da Troublemaker, pela plataforma do eixo Z, como manda o figurino.

Porca 12*3 Torneada

Porca 12*3 Torneada

Essa porca torneada veio no kit da Planet CNC também, assim como toda ferragem da máquina. Coloquei ele no lugar e serviu como uma luva.

Laterais da Plataforma Z

Laterais da Plataforma Z

Continuei a montagem seguindo o manual e juntei as laterais da plataforma, cada uma com dois rolamentos lineares de 12 milímetros.

Plataforma Z

Plataforma Z

Acima segue foto da Plataforma Z montada, foi super tranquila a montagem, segui o manual, sem surpresas.

Peças do Sistema de Movimentação

Peças do Sistema de Movimentação

Agora começa a parte legal, e onde a Ultimaker se tornou campeã, o sistema de movimentação, usaremos Eixos de 8mm, polias GT2, carrinhos e buchas grafitadas.

Rolamentos

Rolamentos

Comecei colocando os rolamentos dentro das casinhas.

Sistema de Movimentação e Fim de Curso

Sistema de Movimentação e Fim de Curso

Acima está uma foto dos sensores de fim curso e algumas peças do sistema de movimentação, já no lugar. Por enquanto, tudo certo, sem surpresas, só alegrias!

Por hoje é só! Assim que tiver mais progresso posto novamente!

Abração!

Antonio Santos

Troublemaker 3D Printer – Pintura dos Painéis

20 de novembro de 2014

Olá a todos!

Primeiramente, gostaria de agradecer a todas as pessoas que vem se inscrevendo no blog e mandando emails, bom saber que a comunidade “Faça Você Mesmo” vem crescendo no Brasil.

Devido a falta de tempo e muita umidade no ar recentemente, acabei levando a troublemaker pra pintar na estufa do Chico da Cia Fly Modelismo aqui em Goiânia. Resolvi pintar a máquina de preto por fora e de branco por dentro, pra melhorar a iluminação interna da máquina. Usamos tinta PU automotiva, pintamos primeiro o branco, depois colocamos fita pra proteger e pintamos o preto, tinha ficado muito bonita a pintura, mas não esperei o tempo suficiente para secagem do preto ( Ansiedade Maldita ) e no caminho pra casa a pintura preta ficou com os sinais do filme plástico que utilizei para o transporte. No fim das contas, resolvi que vai ficar assim mesmo, ficou com uma textura até legal, e minha ansiedade para começar a montagem já está insuportável.

Seguem fotos dos Painéis:

Painéis Refletindo a luz

Painéis Refletindo a luz

IMG_20141120_080359411_HDR

Painéis Refletindo a Luz

IMG_20141120_082930993_HDR

Peças Diversas

Aqui vocês podem ver que deixei as escritas sem pintura e passei verniz, pra começar a montagem o mais rápido o possível.

IMG_20141119_221756967

Painel com escritas ainda com Máscaras de Pintura

Coloquei máscara na pintura branca e passei verniz em spray.

IMG_20141120_122119785

Painel com Máscara esperando Verniz

Depois de todo esse trabalho, coloquei as peças todas juntas e parafusei para ter uma idéia de como vai ficar. Comecei seguindo o manual passo a passo.

Montagem dos Painéis

Montagem dos Painéis

O pessoal da Planet CNC está de parabéns, tudo se encaixou perfeitamente, e os parafusos vieram separados em embalagens individuais.

Parafusos, Arruelas e Porcas Quadradas by Planet CNC

Parafusos, Arruelas e Porcas Quadradas by Planet CNC

O esquema de encaixei é o mesmo da Makebot antiga, que é muito bom, desde que a madeira e o corte a laser sejam bons também, não aconselho o uso de MDF para esse gabinete, melhor comprar do pessoal da Planet CNC que corta a máquina em compensado, pra falar a verdade não achei ninguém na minha cidade que tinha experiência com esse tipo de madeira e os custos ficavam mais caros que comprar do pessoal da Planet CNC na Eslovênia.

Canto com Parafuso, Porca e Arruela

Canto com Parafuso, Porca e Arruela

 

E pra finalizar esse post, segue a foto do gabinete montado, já pode-se ver que vale mesmo a pena colocar uma cor clara dentro da máquina, mesmo sem iluminação ela já aparenta ser iluminada. E a minha makerbot velhilha, parece um brinquedo perto da troublemaker.

Caixa da Troublemaker

Caixa da Troublemaker

Vou postando a medida que for montando a máquina.

Abração!

Antonio Santos

RepRap Mendel – Cortando as Barras Roscadas

11 de agosto de 2010

Olá Pessoal,

seguindo a montagem da Mendel, vem um parte bem chata, porém necessária, que é cortar os eixos para montar a máquina. Quando você for montar a mendel, vai perceber que na lista de compras tem 9 barras roscadas de 8mm, porém existem um jeito mais inteligente de cortar, que dá pra fazer com 8 barras, economizando uma.

Segui esse esquema que achei nos blogs da reprap (tudo está em milímetros):

1: 440, 418 (142mm de sobra)
2: 440, 418 (142mm de sobra)
3: 294, 355, 330 (21mm de sobra)
4: 294, 355, 330 (21mm de sobra)
5: 294, 294, 370 (42mm de sobra)
6: 370, 290 (340mm de sobra)
7: 370, 370, 234 (26mm de sobra)
8: 370, 370, 157 (103mm de sobra)

Lembrando que é legal cortar uns 2 a 3 mm maior que o que você vai precisar, assim você vai ter uma sobra pra lixar e fazer um acabamento. Assim você não corre o risco de perder nenhuma peça, mas dá bem mais trabalho.

Ainda estou estudando se vou cortar as barras lisas eu mesmo, a barra lisa tem um tratamento diferente e pode lascar durante o corte manual, portanto, é bem capaz que eu procure um serviço de torno pra fazer isso por mim.

Abraço,

Antonio Santos