Troublemaker 3D Printer – Montagem da Mecânica

25 de novembro de 2014

Boa Noite!

Pessoal, comecei a montagem da Parte Mecânica da Troublemaker, pela plataforma do eixo Z, como manda o figurino.

Porca 12*3 Torneada

Porca 12*3 Torneada

Essa porca torneada veio no kit da Planet CNC também, assim como toda ferragem da máquina. Coloquei ele no lugar e serviu como uma luva.

Laterais da Plataforma Z

Laterais da Plataforma Z

Continuei a montagem seguindo o manual e juntei as laterais da plataforma, cada uma com dois rolamentos lineares de 12 milímetros.

Plataforma Z

Plataforma Z

Acima segue foto da Plataforma Z montada, foi super tranquila a montagem, segui o manual, sem surpresas.

Peças do Sistema de Movimentação

Peças do Sistema de Movimentação

Agora começa a parte legal, e onde a Ultimaker se tornou campeã, o sistema de movimentação, usaremos Eixos de 8mm, polias GT2, carrinhos e buchas grafitadas.

Rolamentos

Rolamentos

Comecei colocando os rolamentos dentro das casinhas.

Sistema de Movimentação e Fim de Curso

Sistema de Movimentação e Fim de Curso

Acima está uma foto dos sensores de fim curso e algumas peças do sistema de movimentação, já no lugar. Por enquanto, tudo certo, sem surpresas, só alegrias!

Por hoje é só! Assim que tiver mais progresso posto novamente!

Abração!

Antonio Santos

Troublemaker 3D Printer – Pintura dos Painéis

20 de novembro de 2014

Olá a todos!

Primeiramente, gostaria de agradecer a todas as pessoas que vem se inscrevendo no blog e mandando emails, bom saber que a comunidade “Faça Você Mesmo” vem crescendo no Brasil.

Devido a falta de tempo e muita umidade no ar recentemente, acabei levando a troublemaker pra pintar na estufa do Chico da Cia Fly Modelismo aqui em Goiânia. Resolvi pintar a máquina de preto por fora e de branco por dentro, pra melhorar a iluminação interna da máquina. Usamos tinta PU automotiva, pintamos primeiro o branco, depois colocamos fita pra proteger e pintamos o preto, tinha ficado muito bonita a pintura, mas não esperei o tempo suficiente para secagem do preto ( Ansiedade Maldita ) e no caminho pra casa a pintura preta ficou com os sinais do filme plástico que utilizei para o transporte. No fim das contas, resolvi que vai ficar assim mesmo, ficou com uma textura até legal, e minha ansiedade para começar a montagem já está insuportável.

Seguem fotos dos Painéis:

Painéis Refletindo a luz

Painéis Refletindo a luz

IMG_20141120_080359411_HDR

Painéis Refletindo a Luz

IMG_20141120_082930993_HDR

Peças Diversas

Aqui vocês podem ver que deixei as escritas sem pintura e passei verniz, pra começar a montagem o mais rápido o possível.

IMG_20141119_221756967

Painel com escritas ainda com Máscaras de Pintura

Coloquei máscara na pintura branca e passei verniz em spray.

IMG_20141120_122119785

Painel com Máscara esperando Verniz

Depois de todo esse trabalho, coloquei as peças todas juntas e parafusei para ter uma idéia de como vai ficar. Comecei seguindo o manual passo a passo.

Montagem dos Painéis

Montagem dos Painéis

O pessoal da Planet CNC está de parabéns, tudo se encaixou perfeitamente, e os parafusos vieram separados em embalagens individuais.

Parafusos, Arruelas e Porcas Quadradas by Planet CNC

Parafusos, Arruelas e Porcas Quadradas by Planet CNC

O esquema de encaixei é o mesmo da Makebot antiga, que é muito bom, desde que a madeira e o corte a laser sejam bons também, não aconselho o uso de MDF para esse gabinete, melhor comprar do pessoal da Planet CNC que corta a máquina em compensado, pra falar a verdade não achei ninguém na minha cidade que tinha experiência com esse tipo de madeira e os custos ficavam mais caros que comprar do pessoal da Planet CNC na Eslovênia.

Canto com Parafuso, Porca e Arruela

Canto com Parafuso, Porca e Arruela

 

E pra finalizar esse post, segue a foto do gabinete montado, já pode-se ver que vale mesmo a pena colocar uma cor clara dentro da máquina, mesmo sem iluminação ela já aparenta ser iluminada. E a minha makerbot velhilha, parece um brinquedo perto da troublemaker.

Caixa da Troublemaker

Caixa da Troublemaker

Vou postando a medida que for montando a máquina.

Abração!

Antonio Santos

Impressoras 3D facilitando nossas vidas.

31 de outubro de 2014

Senhores,

uso minhas impressoras praticamente todos os dias e sempre me deparo com problemas corriqueiros que já não imagino outros modos de solucioná-los, se não tivesse uma impressora 3D por perto.

Vamos ao cenário: Seu celular que possui “nano simcard” estraga e o único backup disponível é “micro simcard”.

Soluções:

- Ficar sem celular até arrumar o seu.

- Ir até a loja de sua operadora, pagar 30 reais pelo outro simcard, esperar 24h para transferir, e depois de seu celular ficar pronto, fazer o processo reverso.

- Comprar um adaptador pronto na internet, 18 reais + frete, porque nunca tem nada na minha cidade.

- Imprimir um adaptador.

Pessoalmente prefiro a quarta, então vou descrever o processo:

1o – Sinta a necessidade e transforme-a em uma oportunidade de imprimir algo.

2o – Vá até o thingiverse e verifique se já existe o desenho pronto ( somente desenhe caso não exista ainda)

http://www.thingiverse.com/thing:270228

3o – Imprima e seja feliz.

3D Printed Sim Adapter

3D Printed Sim Adapter

Na impressão acima tive que diminuir a camada inicial pra 0.10 mm pra imprimir aquela película que impede o cartão de cair dentro do telefone. Essa impressão foi feita na Prusa I3 de acrílico que postei a alguns posts atrás.

3D Printed Simcard Adapter in the slot

3D Printed Simcard Adapter in the slot

Pronto, tudo funcionou como deveria e agora é só aguardar a troca do outro celular.

Torço para que em alguns anos, todas as pessoas possam ter uma impressora em casa, e que as pessoas continuem compartilhando desenhos na internet, assim como eu faço sempre.

Abração!

Antonio Santos

Cuidado com kits chineses/indianos baratos.

29 de outubro de 2014

Olá a todos novamente!

tenho recebido dezenas de emails com relatos não muito agradáveis de pessoas que compraram kits de impressora fora do país e estão tendo problemas para fazer funcionar. Existem alguns casos de sucesso é claro, mas que levaram muito, mas muito, trabalho mesmo.

Primeiramente, existem alguns mitos envolvendo o DIY e os kits importados:

- Se você acha que comprar peça por peça no final vai ficar mais barato, engano seu.

- Se você acha que um kit de 500 dólares tem as mesmas coisas de um kit de 1000 dólares, outro engano.

- Não é super fácil colocar um kit pra funcionar, precisa de experiência, tempo e muita paciência.

Bom, de volta aos kits, conversando com um amigo que acabou de voltar da china, ele me disse o seguinte: “Na china tem qualidade boa sim, mas o preço é compatível com a qualidade”. Levando em conta esse relato, na china existe o mesmo produto com o mesmo nome e preços diferentes… como isso é possível?

É possível porque eles possuem diferentes linhas( 1a linha, 2a linha, 3a linha… ) e o material e máquinas utilizadas nas linhas são sim muito diferentes. E o Brasileiro esperto vai na mais barata, e ainda diz pros amigos: “O cara no e**y tinha a mesma coisa com dois preços, deve ser pra enganar bobo né?”

Caso, você não tenha tempo, paciência ou experiência necessária para montar um kit. Existem algumas pessoas/empresas no Brasil que vendem kits prontos, montados e funcionando com garantia! Kits iguais aquele da Prusa I3 que já mostrei aqui por exemplo.

Se você quer comprar um kit lá fora, tem tempo, paciência e dinheiro pra isso, não saia comprando sem ler muito a respeito das máquinas, procure reviews e foruns que contenham informações antes de colocar o seu investimento em risco. Opte por empresas sólidas com máquinas de preferência opensource e com muita documentação.

Quando digo que vai ficar mais caro que uma máquina pronta aqui do Brasil, digo por experiência própria, e contabilizo as minhas horas investidas durante o processo de montagem até a primeira impressão.

Portanto, não se empolguem e saiam comprando sem antes se informar.

Abração!

Antonio Santos

Intro Troublemaker 3D Printer

28 de outubro de 2014

Olá!

Essa semana tive a felicidade de receber uma nova máquina para montar, diretamente da Eslovênia, enviada pelos amigos da www.planet-cnc.com, comprei somente a parte mecânica por enquanto, e a medida que for chegando mais perto do fim da montagem eu peço a eletrônica.

A Troublemaker é um projeto audacioso, que pega o projeto da Ultimaker original e corrige dezenas de problemas encontrados pelos usuários ao decorrer do tempo.

Segue o Link do projeto opensource – http://www.thingiverse.com/thing:263814

Segue o Link de um blog que lista todos problemas encontrados na Ultimaker original e como resolver – http://www.tridimake.com/2014/01/features-and-improvements-for-a-homemade-ultimaker.html

O que achei mais legal foi o acerto da geometria para fechar a máquina com janelas de plexi-glass com a maior facilidade.

New Stuff

Caixas e Plataforma PEI.

Nessa máquina pretendo investir no que há de melhor no mercado e postar o passo a passo da montagem, erros e acertos.

Troublemaker Laser Cut

Troublemaker Laser Cut

Segue uma pequena lista do que quero colocar nessa máquina:

1o – Dual E3D V6 1.75mm bowden – 1 bico com HIPS solúvel para suporte e outro com PLA.

2o – Testar Polyetherimide (PEI) como plataforma de impressão.

3o – Não utilizar rolamentos lineares sempre que possível ( Pretendo usar somente buchas )

4o – Fechar a máquina com Plexi-Glass.

Buchas e Partes Impressas

Buchas e Partes Impressas

A medida que for montando e tirando fotos vou postando aqui pra vocês!

Abração!

Antonio Santos

Prusa I3 – Fotos de Impressões

4 de setembro de 2014

Bom pessoal,

estive bastante ocupado com a prusa i3, fiz umas 100 horas de impressão nela, incluindo impressões de 8h e impressões de 20h sem parar. A Prusa i3 se provou uma impressora, com uma velocidade e resolução impressionantes( lembrando que minha máquina já veio com pololus black edition e bico all metal de 1.75mm ). Fiz dezenas de anotações sobre a calibração e até mesmo algumas customizações no firmware do repetier que pretendo dividir com vocês nos próximos dias.

seguem algumas fotos de algumas impressões feitas com a prusa i3 que comprei aqui mesmo em São Paulo:

O Culto ao Moai

O Culto ao Moai

O Moai acima levou 20 horas para ser impresso a 0.1mm de resolução, a qualidade dele é perfeita, não tem detalhes. O material utilizado foi PLA Cinza.

Mini Robos descobrem o fogo

Mini Robos descobrem o fogo

Esses são robozinhos que foram feitos para testes químicos de PLA cinza e preto. Foram feitos com uma resolução de 0.35mm.

Moai em impressão

Moai em impressão

Acima, uma foto do Moai ainda em impressão( perto de 18h de impressão nesse ponto).

Chaveiro impresso em duas cores de PLA

Chaveiro com duas cores, PLA Verde Fluorescente + PLA Preto.

O chaveiro acima ficou lindo, impresso a 0.10mm de resolução, e usando duas cores de PLa, preto na sola dos sapatos e o restante verde.

 

Mini Quad 3d

Mini Quad 3d

E o que não poderia faltar, um Mini quad feito na impressora 3d, já temos 3 desses prontos e estamos atualmente fazendo corridas de mini quads impressos, segue vídeo de uns treinamentos a algumas semanas atrás.

Caso alguém tenha interesse em comprar uma máquina idêntica a que usei nesse post, basta entrar em contato por email com o Rodrigo -> rca.starling [@] gmail [.] com

 

Abração!

Antonio Santos

Colocando Fita de Leds na Prusa I3

30 de julho de 2014

Boa Noite Pessoas!

Conforme prometido, fiz o primeiro upgrade da minha Prusa I3 e documentei tudo pra vocês!

PLA Radioativo

Plástico PLA Verde Fluorescente com Leds Azuis.

 

 

Você vai precisar de:

- 1 Prusa i3, com mesa aquecida de 12v * ( caso seu modelo tenha 24v, não utilize esse tutorial )

- Fitas de LED coloridas a gosto

- Tesoura, estanho, ferro de solda, fio paralelo fino, multimetro e termo-retrátil.

o Primeiro Lugar que coloquei leds foi na mesa aquecida, Vermelhos é Claro! E coloquei na alimentação da mesa aquecida, assim, ela liga somente quando a mesa aquecida estiver ativa, e é um bom lembrete de que a mesa está quente!

Desmonte a mesa aquecida, e encontre o positivo e negativo da alimentação da sua mesa, com a ajuda de um multimetro, e marque com uma caneta e já solde um conector de sua preferência ( usei Conectores JST vermelhos de aeromodelismo ).

conector na alimentacao

Positivo e Negativo Marcados em Verde – Clique para dar zoom.

Agora vamos ao suporte da mesa aquecida, verifique o tamanho e a distribuição das fitas de led, e corte nas linhas demarcadas com uma tesoura.

mesa desmontada

Encontre a melhor distribuição no suporte em X – Parte de baixo da mesa.

Solde os positivos e negativos da fita de led nos fios paralelos e use um pedaço de termo retrátil para acabamento.

Solda Fita de Led

Solda do fio na fita de led em detalhes.

Remova a proteção do adesivo na parte de trás da fita e cole de acordo com seu layout.

Soldando a cadeia de fitas

Respeite sempre o Negativo e o Positivo e vá ligando uma fita a outra e lembre de deixar uma fita com o conector para ligar na alimentação.

Depois de tudo soldado, você deve ter algo parecido com o layout abaixo, agora basta ligar os conectores e montar a mesa novamente.

Soldagem finalizada

Leds devidamente soldados.

Caso, algum ramo não acenda, não se preocupe, basta inverter os fios daquele ramo, leds não queimarão se ligados invertidos. Se você tiver uma prusa de acrílico, pode colocar uns leds no topo dela também, basta cortar uma fita longa o suficiente e pegar alimentação de 12V diretamente da fonte.

Dupla Face em cima da Prusa

Cole a fita no topo da Prusa com a ajuda de fita dupla face 3M

Coloquei Leds Azuis no topo da minha Prusa I3, segue foto do teste final.

Teste dos Leds

Teste final do upgrade de leds.

 

Bom, chegamos ao fim desse tutorial simples que deixa sua máquina com um visual fantástico.

Abraço e até o próximo!

-Antonio Santos

Novos Rumos para o Blog

26 de julho de 2014

Buenos dias pessoas desse Brasil,

fiquei um tempo apenas usando minhas impressoras, sem ter que fazer nenhum ajuste, calibragem e etc… resumindo, minhas impressoras 3D, viraram impressoras extremamente confiáveis e só aperto o imprimir e sou feliz.

Um amigo de São Paulo está fabricando umas impressoras Prusa i3, modelo que virou febre mundial, e mandou uma pra cá. Para minha surpresa, eles estão fazendo kits completos, e nem vou ter que montar, mas vou documentar todo processo de instalação, calibragem, e UPGRADES é CLARO!!! Tentar fazer o mais fácil o possível para trazer ainda mais pessoas para esse novo mundo com tantas possibilidades.

Prusa i3 Stock

Prusa i3

Também pretendo fazer um review e um overview sobre tecnologia e o que podemos encontrar no mercado brasileiro. Espero que vocês gostem e acompanhem.

Segue uma lista de specs da Prusa I3 e fotos:

Logo de cara, o que agrada é qualidade dos cortes das partes de alumínio e a qualidade das partes utilizadas.

Alguns pontos que consigo lembrar logo de cara:

- Correias e polias GT2.

- Acoplamentos dos motores de passo em alumínio.

- A plataforma AQUECIDA tem um tamanho diferenciado, dando uma área de trabalho bem maior que 200x200mm e a altura da máquina também ficou excelente, dá pra imprimir peças com até 20cm de altura.

- O Hotend disponível em 3mm All Metal (Todo de metal), e produz peças belíssimas em ABS, PLA e NYLON.

- A Eletrônica é bem diferenciada também, com drivers pololu black edition que conseguem trabalhar com mais corrente sem nem mesmo precisarem de dissipadores.

IMG_20140726_182133502_HDR

HOT END ALL METAL

Antes que me mandem um monte e emails… segue o contato do Rodrigo, fabricante dessas belas máquinas:

Contato -> Rodrigo

Abração e até amanhã com o primeiro post de upgrade da I3,

Antonio Santos

OpenPilot CC3D no Brasil + Case Impresso na Makerbot

17 de julho de 2012

Olá Pessoal,

desculpem por não estar postando com frequencia, mas meu trabalho está consumindo todo meu tempo. Tenho uma novidade para os leitores que se interessam por quadricopteros e também fiz uma impressão de um acessório para a nova placa controladora de vôo que vou apresentar hoje.

Essa semana chegou uma placa que a muito tempo eu esperava a Openpilot CC3D, que é legal por seu baixo custo além de proporcionar um vôo bastante estável para FPV, essa placa minuscula serve não somente para multirotores, mas também faz flybarless para helicopteros e estabiliza aviões tb.

Image

O que impressiona nessa placa é o tamanho e o preço, cerca de 90 dolares fora do Brasil, provavelmente a placa mais barata do mercado, mas ainda é muito dificil conseguir comprar, porque a demanda é maior que a capacidade de produção.

Para voar com mais tranquilidade resolvi imprimir um case para minha plaquinha, o design é open e pode ser encontrado no wiki da openpilot, www.openpilot.org.

Image

Na imagem acima estão as duas partes do case, sendo que a parte inferior ja tem a porcas de 3mm. Tive que lixar e dar acabamento a mão porque esse case precisa ser bem preciso pra tudo conectar e também para encaixa-lo a base que vai segura-lo no quad.

ImageNa foto acima é possível ver a parte interna do case.

Image

A foto acima mostra a placa devidamente encaixada a parte superior do case, a placa está nivelada com a borda do case.

Image

A foto acima mostra a parte inferior do case.

Image

E por ultimo uma foto do teste dos encaixes.

Bom, por hoje é só isso, espero retornar com os vôos da plaquinha em breve.

Para quem ainda não deu subscribe no meu canal do youtube -> http://www.youtube.com/user/AntonioSantosDIY/videos

Tenho postado com mais frequencia no youtube, portanto fiquem atentos ao meu canal.

Abração,

Antonio Santos

RC – FPV Flying Around the Flower Garden

22 de maio de 2012

Olá Pessoal,

com o pouco tempo que me sobra, estou fazendo vôos de treinamento com o VC-450, e segue o vôo do dia 20 de  Maio, espero que gostem…

 

 

Abraços!

Antonio Santos


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 79 outros seguidores